Centro Educativo recebe 2 cadeiras de rodas em troca de tampas de plástico



A Valnor inaugurou ao final da tarde de sexta-feira a Unidade de Triagem Automática de Embalagens Leves (Plásticas e Metálicas), no Centro Integrado de Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos de Avis/Fronteira, num investimento de 1,5 milhões de euros, que é composta por um sistema automatizado de separação de plásticos e metais, por fluxo óptico.

Após os habituais discursos, a empresa entregou, de forma simbólica, material ortopédico (cadeiras de rodas) às entidades que participaram na campanha de recolha de tampas, nomeadamente às Câmaras Municipais de Mação, Monforte, Alter do Chão e Vila de Rei, Bombeiros Voluntários de Sousel, GNR de Cabeço de Vide e Associação “Coração Delta” na presença das crianças do Centro Educativo Alice Nabeiro responsáveis pela recolha e separação das mesmas no nosso Concelho. As 2 cadeiras que lhe foram entregues dizem respeito ao esforço conjunto de todas as escolas do 1º ciclo do Concelho que recolhem tampas e as encaminham para o CEAN. Referir ainda o esforço dos funcionários do grupo DELTA que em todas as fábricas separam as suas tampas contribuindo assim para todo o processo.

Nesta inauguração foram muitas as entidades que marcaram presença, como o deputado Miranda Calha, Maria Leal Monteiro presidente da CCDR Alentejo, Rui Simplício, da Federação Distrital do PS, presidentes de câmaras.

Este novo sistema, de triagem automática, é uma inovação tecnológica que introduz duas vantagens face ao habitual sistema manual, nomeadamente uma maior eficiência na separação dos materiais e melhores condições ambientais e de segurança nos processos operativos.

Para além disso, esta nova unidade vai ainda permitir à empresa laborar só com um turno, quando tinha dois em regime mecânico, e manter os postos de trabalho que já ali prestavam serviço.

Em termos de operacionalidade, a Valnor, passa a ter uma capacidade de triagem de cerca de 2500 quilos por hora, quando antes esta era apenas de cerca de 400 quilos.

O Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, Francisco Nunes Correia esteve presente na inauguração e no final teceu rasgados elogios a esta empresa e a esta nova aposta da Valnor.

A Valnor é a empresa responsável pela gestão, valorização e tratamento dos lixos produzidos em 19 municípios, 15 deles do distrito de Portalegre, aos quais se juntam Mação, Sardoal e Abrantes (Santarém) e Vila de Rei (Castelo Branco), tendo como accionistas a Empresa Geral de Fomento, detida em 100 por cento pela Águas de Portugal, representando 51 por cento do capital, e os 19 municípios que abrange, com os restantes 49 por cento.

Mensagens populares